Ideias que não tenho aonde publicar + servidor de imagem que é liberado na sua empresa = Ritalinando.

Guilty Gear

A Arc System Works nasceu da mesma forma que outras empresas do mundo dos games nasceram. Ela foi formada por ex-funcionários da SNK; e estes caras de muito talento e “da pá virada”, desenvolveram um game de luta para Dreamcast, diga-se de passagem, sem muitas pretensões, mas que logo de cara foi bem recebido por público e crítica. Guilty Gear era o nome do jogo.

Empolgados com o  sucesso de Guilty Gear, o pessoal da Arc System Works utilizou a plataforma Naomi e apostou grande em Guilty Gear X. Este merecido capítulo mantem a jogabilidade alucinante, recheada de combos aéreos e comandos instintivos. Graças a plataforma de desenvolvimento, uma série de recursos, como grandes personagens na tela, alta resolução, muitos quadros de animação e efeitos de luz, puderam ser bem introduzidos no jogo.

Guilty Gear x conta com 16 lutadores batalhando em belos cenários e com golpes especiais a disposição. Mas para aplicar um golpe especial os criadores do game “beberam da fonte” de Art of Fighting ao introduzir uma barra power; um diferencial se compararmos o game à versão anterior  – em Guilty Gear os jogadores mais “apelões” iniciavam as lutas soltando golpes fatais – esta alteração deixou Guilty Gear x mais balanceado.

Lançado no ano 2000 para arcade e Dreamcast, um ano depois (2001) chega ao Playstation 2 e PC e surfando na onda do sucesso absoluto, no ano de 2003 os proprietários do portátil Game Boy Advance são agraciados com a versão Guilty Gear X: Advance Edition; particularmente considero esta versão uma mancha na trajetória do game, porque o port ficou comum e limitado.

Só a título de curiosidade a primeira versão lançada para Dreamcast  continha um mini-cd especial. Este “brinde” foi distribuído em 3 variantes e cada uma delas contem diferente artworks do game e é visualizado no computador. Todas as 3 versões do mini-cd são marcados como “Type-A”, “Type-B”, e “Type-C”.

Enfim, não posso falar de Guilty Gear X sem destacar sua trilha sonora. A OST (Original Sound Track) deste jogo é tão empolgante e bem feita que chego a considerá-la uma obra de arte. Alexei Barros disponibilizou em seu blog (http://hadouken.wordpress.com) uma versão da OST tema da batalha Zato vs Millia executada pelo grupo  Guilty Gear XX sound Alive. Ouça o  tema:

http://www.goear.com/files/external.swf?file=4948fc5

Guilty Gear é muito mais que pancadaria. É um belo conjunto da obra, pois consegue reunir num mesmo game: jogabilidade, gráfico, som e diversão. Lindo e viciante é um deleite a visão, audição e tato!


No site www.Jap-Sai.com é possível conhecer e adquirir as diversas versões de Guilty Gear X, cooloque a curiosidade em prática e acesse: http://www.jap-sai.com/Games/Guilty_Gear_X/Guilty_Gear_X.htm
Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Guilty_Gear_X

http://hadouken.wordpress.com/tag/guilty-gear-x/

http://www.gamespot.com/guilty-gear-x-advance-edition/

http://www.jap-sai.com/Games/Guilty_Gear_X/Guilty_Gear_X.htm

‘Guilty Gear’ and ‘Arc System Works’ are registered trademarks of Arc System Works Co., Ltd.
‘Dreamcast’ and ‘Sega’ are registered trademarks of Sega Corporation
‘PlayStation’ and ‘Sony’ are registered trademarks of Sony Corporation
Guilty Gear X TM & © 2000 Arc System Works All Rights Reserved

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s